fbpx

Sidebar

09
Ter, Ago

Google vai oferecer 500 mil bolsas de capacitação no Brasil

Nesta terça-feira (14), durante o evento Google for Brasil, a gigante de tecnologia anunciou uma série de iniciativas para capacitação e desenvolvimento profissional de jovens, mulheres, pessoas negras e deficientes visuais. Até 2026, o Google prevê oferecer 500 mil bolsas de estudos para a formação de jovens brasileiros nas áreas de Análise de Dados, Gestão de Projetos e UX Design.

Nesta terça-feira (14), durante o evento Google for Brasil, a gigante de tecnologia anunciou uma série de iniciativas para capacitação e desenvolvimento profissional de jovens, mulheres, pessoas negras e deficientes visuais. Até 2026, o Google prevê oferecer 500 mil bolsas de estudos para a formação de jovens brasileiros nas áreas de Análise de Dados, Gestão de Projetos e UX Design.

Segundo o Google, a partir de hoje serão ofertadas 30 mil bolsas a jovens do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), incluindo 2 mil bolsas exclusivas para pessoas trans. O CIEE será responsável por selecionar e acompanhar os jovens estudantes ou recém-formados — são mais de 800 horas de aulas com o objetivo de preparar o estudante para o cenário profissional.

Conheça o ExpertEAD e tire seu curso do papel

O Google anunciou a doação de R$ 10 milhões para o Instituto Rede Mulher Empreendedora (IRME) para capacitar mais de 200 mil mulheres. Os programas do IRME são apoiados pelo Google desde 2019 e já treinou mais de 250 mil brasileiras.

A companhia também doará mil smartphones para a Fundação Dorina Nowill, que trabalha para realizar a inclusão social de pessoas com deficiência visual no Piauí, Goiânia e Tocantins — o smartphone oferece conexão com a internet por até dois anos. Durante a pandemia, o Google doou outros 1,5 mil celulares para pessoas atendidas em SP.

Conheça o ExpertEAD e tire seu curso do papel

Google for Startups

O Google for Startups Brasil também anunciou um programa de apoio para 200 desenvolvedores negros de baixa renda para ajudá-los durante os primeiros passos de suas carreiras na área de tecnologia — a duração é de 12 meses. A seleção será realizada pelo Instituto Vamo que Vamo e a inscrição deve ser realizada por meio do site oficial da escola programação e tecnologia Trybe.

“Profissionais da área de desenvolvimento têm alta empregabilidade, dada a lacuna existente no mercado, e têm remuneração média de entrada cerca de 3x superior à média salarial brasileira — que segundo o IBGE é de R$ 1.367. Então acreditamos que uma carreira nessa área, após a participação no programa, pode realmente transformar a vida das famílias desses 200 jovens”, disse o diretor do Google for Startups para América Latina, André Barrence.

De acordo com dados INEP, cerca de 40% dos estudantes de cursos da área de tecnologia são brancos e, por isso, o novo programa da Google ajudará a suprir a carência do mercado e oferecer oportunidades específicas para pessoas negras. Ao todo, o curso deve durar um ano e o Google for Startups oferecerá uma bolsa em dinheiro para ajudar os estudantes a se dedicarem aos estudos. 

Fonte: Tecmund

Conheça o ExpertEAD e tire seu curso do papel