fbpx

Sidebar

11
Dom, Abr

Migração do ensino presencial para o on-line gera perda de receitas nas faculdades

Notícias EAD

A pressão da pandemia sobre as aulas presenciais deve impactar o faturamento do ensino superior, enquanto o crescimento da educação básica deve se manter, segundo estudo da consultoria especializada em educação Hoper que será apresentado nesta quarta, 7.

A pressão da pandemia sobre as aulas presenciais deve impactar o faturamento do ensino superior, enquanto o crescimento da educação básica deve se manter, segundo estudo da consultoria especializada em educação Hoper que será apresentado nesta quarta, 7.

Pelos cálculos da Hoper, as faculdades privadas tiveram queda de receita entre 7% e 9% no ano passado e devem ver o mesmo resultado em 2021, partindo de uma base de R$ 54,6 bilhões em 2019.

Paulo Presse, coordenador de estudos da consultoria, diz que o resultado reflete a troca que muitos alunos fizeram do ensino presencial, com mensalidade média de R$ 758, pela educação à distância, em que o tíquete é de R$ 260, segundo pesquisa da Hoper.

No ensino básico, a consultoria estima que o faturamento, de R$ 75,6 bilhões em 2019, tenha crescido R$ 3 bilhões no ano passado. Presse afirma que as escolas privadas, em especial as da categoria premium, perderam poucos alunos na pandemia.

Fonte: Amazonas Atual