fbpx

Sidebar

13
Dom, Jun

Secretaria de Educação cancela Atividade Paraná após problemas técnicos em plataforma online

Notícias EAD

Avaliação era para substituir a Prova Paraná e avaliar aprendizado de 900 mil alunos da rede estadual de ensino. Centro que desenvolveu a plataforma reconheceu as falhas técnicas.

Avaliação era para substituir a Prova Paraná e avaliar aprendizado de 900 mil alunos da rede estadual de ensino. Centro que desenvolveu a plataforma reconheceu as falhas técnicas.

A Secretaria da Educação e do Esporte (Seed) cancelou a Atividade Paraná, nesta quarta-feira (9), após alunos da rede estadual de ensino relatarem que não conseguiram fazer a prova por problemas na plataforma online.

Cerca de 900 mil alunos fariam a atividade diagnóstica nesta quarta. Segundo a Seed, a avaliação era para substituir a Prova Paraná e avaliar o nível de aprendizado pelo ensino remoto, dos estudantes do 6º ano ao ensino médio.

Conforme a Seed, a prova seria aplicada em uma ferramenta desenvolvida pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação, ligado à Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF), de Minas Gerais.

De acordo com o diretor de Educação da Seed, Roni Miranda Vieira, a pasta buscou pela solução do problema para manter a prova, mas o CAEd não conseguiu resolver a situação.

"Quem é dono da plataforma é o CAEd, e a gente pediu que ele solucionasse o problema. Eles nos passaram um prazo de solução de problemas que era até as 12h e não conseguiram resolver, não deram a resposta que a gente esperava. Então, como eles não conseguem entregar essa solução, a gente resolveu suspender a Atividade Paraná hoje."

O CAEd reconheceu as dificuldades técnicas que impediram a realização da prova e disse que a aplicação do exame não previa custos adicionais ao cofres do governo estadual.

O diretor disse ainda que a secretaria desenvolverá algum tipo de instrumento de avaliação para tentar utilizar em outro momento ou realizará a Prova Paraná.

"Se a gente tiver uma perspectiva agora, com o avanço da vacinação, da volta às aulas, se a gente conseguir consolidar a volta às aulas, a gente tem a Prova Paraná. A Prova Paraná nossa que está pronta, e a gente pode aplicar aos nossos estudantes de todo o estado do Paraná."
Avaliações estaduais

A primeira Prova Paraná foi aplicada em 2019, mas com a pandemia a avaliação não ocorreu em 2020 e 2021. A prova avaliava o desempenho dos alunos da rede pública e complementava a nota dos mesmos.

O contrato da Seed com o CAEd começou em 2019 e terminará ainda em 2021. De acordo com a secretaria, o contrato é de R$ 13 milhões e, até o momento, R$ 5 milhões foram pagos pelos serviços prestados.

A Seed informou ainda que o contrato não foi realizado por meio de licitação, pois o CAEd apresentava expertise na aplicação de provas.

Após o problema técnico e suspensão da prova, seis deputados estaduais recorreram ao Ministério Público do Paraná (MP-PR) para que sejam analisados os incidentes registrados e a legalidade do contrato do centro com a Secretaria da Educação e do Esporte.

Fonte: G1 Paraná