fbpx

Sidebar

21
Ter, Maio

Caça controlado por IA vence piloto humano e causa preocupação

Notícias EAD

O Vista realizou seu primeiro teste de combate aéreo em setembro de 2023 e está "aprendendo" tão rápido que já consegue vencer pilotos humanos

O Vista realizou seu primeiro teste de combate aéreo em setembro de 2023 e está "aprendendo" tão rápido que já consegue vencer pilotos humanos

Um caça experimental dos EUA controlado por inteligência artificial (IA) fez história após vencer um piloto humano em um teste de combate bem-sucedido. Apesar dos avanços, a aeronave está causando preocupação entre especialistas em armamento militar e grupos humanitários.

A questão é: qual será o limite da influência da tecnologia em máquinas de guerra que dispensam pilotos humanos?

O perigo das armas autônomas

Especialistas em armas militares e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha estão profundamente alarmados com a possibilidade de um dia a IA conseguir lançar bombas sem a intervenção de humanos e procuram restrições à utilização da tecnologia.

Conheça o ExpertEAD e tire seu curso do papel

“Existem preocupações sérias sobre ceder decisões de vida ou morte a sensores e software”, alerta o comitê. Segundo a entidade, o uso de armas autônomas exige “uma resposta política internacional urgente”.

O que impulsionou a mudança?

O uso de aviões habilitados para IA ganhou força pelo custo mais baixo, segurança e capacidade estratégica. A força aérea da China também está criando uma frota de armas voadoras não tripuladas, mas ainda não encontrou uma forma de realizar testes fora de um simulador (pelo menos não oficialmente). Outra vantagem é a capacidade de penetrar no espaço aéreo inimigo sem risco para a vida dos pilotos.

A mudança também é impulsionada pelo dinheiro. Jatos não tripulados controlados por IA são menores e mais baratos.

Caça F-16 controlado por inteligência artificial

  • A IA é considerada pela Força Aérea dos EUA um dos maiores avanços na aviação militar das últimas décadas.
  • Os americanos dizem que nenhum outro país no mundo possui um jato como este.
  • O F-16 controlado por IA se chama Vista e faz manobras a mais de 880 quilômetros por hora.
  • O software da aeronave aprende milhões de pontos de dados em um simulador e depois aplica o conhecimento em voos reais.

Ele ficou cara a cara com um segundo F-16 pilotado por humanos. Ambas as aeronaves simularam uma situação de combate:

Apesar de a tecnologia não estar totalmente pronta, a Força Aérea americana planeja ter uma frota com mais de mil avião de guerra não tripulados até 2028.

Fonte: Olhar Digital

Conheça o ExpertEAD e tire seu curso do papel