fbpx

Sidebar

18
Seg, Out

Estudo em 21 países, incluindo o Brasil, analisa o uso da tecnologia na educação

Notícias EAD

Apesar das dificuldades relacionadas à conectividade, infraestrutura e formação, os professores brasileiros acreditam no potencial transformador da tecnologia. 85% deles recomendam o uso de tecnologia nos centros educacionais.

Apesar das dificuldades relacionadas à conectividade, infraestrutura e formação, os professores brasileiros acreditam no potencial transformador da tecnologia. 85% deles recomendam o uso de tecnologia nos centros educacionais.

Há seis anos, a BlinkLearning, plataforma espanhola de tecnologia educacional que aportou no Brasil em 2020, realiza um estudo anual sobre o uso da tecnologia na educação na Espanha e em vários países da América Latina. Pela primeira vez, a pesquisa apresenta dados relacionados ao Brasil.
Ao todo, foram ouvidos 4.926 professores em 20 países dos países pesquisados; 388 no Brasil.

O relatório tem por objetivo identificar tendências e registrar a evolução dos hábitos tecnológicos dos alunos e as necessidades do quadro de professores. O estudo apresenta ainda uma visão geral da educação no Brasil e traz um capítulo dedicado à educação em tempos de pandemia.

De acordo com a pesquisa, apesar das dificuldades relacionadas à conectividade, infraestrutura e formação, os professores brasileiros acreditam no potencial transformador da tecnologia. Oitenta e cinco por cento deles recomendam o uso de tecnologia nos centros educacionais.

A maioria (69%) dos professores brasileiros acredita que a sua profissão passou a ser mais valorizada após a pandemia e nove em cada dez professores participaram de algum tipo de formação ao longo do ano para crescer profissionalmente.

Para eles, o principal desafio para melhorar a educação é estimular a aprendizagem autônoma dos estudantes e eles dizem que a solução para isso, durante a pandemia, tem sido o uso de tecnologia.

Fonte: Publish News